sexta-feira, 12 de abril de 2013

Auditoria conclui que dívida do Flamengo é de 750 milhões de reais.


Após três meses de trabalho, a auditoria Ernst & Young finalizou o parecer sobre a atualização das dívidas do Flamengo. Agora, o clube rubro-negro deve R$ 750,7 milhões, número 300% superior ao apontado pela antiga gestão. A informação é do site da revista Veja e foi confirmada pelo departamento de comunicação do clube. 

Nesta quinta-feira, às 19h, na Gávea, o presidente Eduardo Bandeira de Mello concederá uma entrevista coletiva para abordar os detalhes da auditoria e, também, seus 100 dias de gestão.
A grande parte da dívida rubro-negro vem do fisco - R$ 394 mihões, sendo R$ 86,7 milhões da última gestão do clube, de Patricia Amorim. R$ 184 milhões são contabilizados como dívidas trabalhistas e pagamentos judiciais. Há também R$ 172 milhões previstos para despesas com possíveis condenações. Apenas neste ano, o Flamengo já gastou cerca de R$ 40 milhões em dívidas para conseguir as sonhadas certidões negativas débitos (CND). A previsão é de que sejam necessários outros R$ 40 milhões até o fim da temporada para que o clube mantenha as CNDs. Diante disso, o clube espera conseguir patrocínio estatal. 
Nos bastidores da Gávea, um acordo com a Caixa Econômica Federal  de valor anual superior a R$ 30 milhões é visto com otimismo. O clube já conta com a Peugeot como patrocinadora, em acordo de valores progressivo de R$ 8,4 milhões a R$ 10 milhões. Além disso, a partir de maio entra em vigor o contrato do clube com a Adidas, que renderá cerca de R$ 360 milhões ao clube em dez anos.