sábado, 24 de dezembro de 2011

Pesquisa revela que games violentos alteram funções cognitivas dos jovens

Jogos violentos alteram funções cerebrais.

De acordo com um estudo da Sociedade Radiológica da América do Norte, a RSNA, os games violentos alteram as funções cognitivas e emocionais do cérebro de jovens em apenas uma semana.
"Pela primeira vez percebemos que uma amostra aleatória de jovens adultos evidencia menos ativação em certas regiões frontais do cérebro depois de uma semana jogando em casa", disse o professor Yang Wang, pesquisador da Universidade de Indiana.
O estudo envolveu 22 homens entre 18 e 29 anos e foi baseado em dados procedentes de ressonâncias magnéticas. Para análise, foram feitos dois grupos iguais, um grupo teve acesso a jogos de tiro em primeira pessoa durante 10 horas ao longo de uma semana e na seguinte, parou. O outro grupo não jogou durante esses 14 dias.
Os jovens que jogaram durante uma semana foram submetidos a uma  ressonância magnética enquanto realizavam várias tarefas. O grupo mostrou uma menor ativação no lóbulo frontal ao realizar as provas emocionais com palavras de ações violenta e também não-violentas, como também uma redução da atividade no córtex na hora de realizar algumas tarefas envolvendo números. Na semana em que não jogaram, as mudanças cerebrais diminuíram.
Assim sendo, o professor Wang defende que os jogos violentos têm um efeito a longo prazo nas funções cerebrais.

Firefox 9 teve que ser atualizado um dia após seu lançamento

Um dia após o lançamento da nova versão do navegador da Mozilla, o Firefox 9, a companhia teve que atualizar o seu navegador devido a um “bug” que causava uma espécie de Crash nos computadores dos usuários. O Crash acontecia em qualquer sistema operacional, tanto no Mac, Linux ou Windows.
Muito dos usuários do Firefox 9 acharam que a atualização do navegador era uma brincadeira, mas a empresa logo esclareceu o problema e pediu desculpas a seus usuários.
Alex Keybl, gerente de engenharia de projetos da Mozilla, explicou ao site Bugzilla o problema, onde escreveu o seguinte; “Divulgamos o Firefox 9.0.1 com o bug 708572 corrigido,... e assim enviamos o mesmo para todas as plataformas, e mesmo com a convicção que o Windows foi o sistema operacional menos afetado decidiu divulgar a nova versão para o software da Microsoft”, esclarece Keybl.

Nomes dos candidatos a Prefeito e Vice definidos nas convenções partidárias

Mesmo diante da possibilidade remota de existência de eleições suplementares em Teresópolis, os partidos políticos realizaram suas convenções e as chapas foram definidas. O PT lançou o Deputado Nilton Salomão tendo Cláudio Mello como vice; o PP, Mário Tricano como titular e Sandro Dias como vice; PPS Maurílio Schiavo e Idenir Santos; PSOL Walmir Faria e Flávio Flamon, e PMDB Arlei Rosa e e o empresário Carlinhos da Serra (PSDB), que aceitou o convite para ser o Vice. Segundo Alexandre Paim, presidente do partido, "não houve tempo hábil ainda para que a Regional se pronunciasse, mas nós estamos animados já que o Carlinhos é uma administrador experiente e alinhado com as diretrizes do grupo. Nós queremos o melhor para Teresópolis e não estamos dispostos a abrir mão disso".

As eleições estão suspensas por liminar mas ainda não temos um julgamento final. Embora a maior parte dos analistas acredite que é muito improvável uma mudança nessa decisão, ainda cabe recurso. O que nós temos nesse momento ainda é um clima de incerteza. O site R7 chegou a anunciar eleições indiretas para o dia 5 de fevereiro mesmo, mas repetimos, o processo ainda não foi julgado. Vamos aguardar.


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Polícia Civil realiza operação e apreende mais de 4 mil DVDs piratas em Friburgo

Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial – DRCPIM – em conjunto com a Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo -  apreenderam 4.250 DVDs piratas de filmes, shows e jogos para Playstation 2 e XBOX 360, durante operação desencadeada, nesta segunda-feira (19/12), naquele município, para combater o comércio ilegal de produtos falsificados.

Durante a ação, em diversas lojas e bancas de camelôs, localizadas nos bairros de Conselheiro Paulino e Centro, os policiais também arrecadaram 68 carteiras com estampas de times de futebol, 45 relógiosde marcas diversas, 55 bolsas contendo personagens infantis, 74 óculos de diversas marcas, 126 bonés, 187 brinquedos de diversas marcas, 19 camisas de times de futebol e 18 bermudas de marcas.
Foram presos em flagrante, Márcio Ferreira de Amorim, 32 anos, Pablo Pinto de Araújo, 26 anos, Jorge Pereira Vasconcellos, 46 anos, Ricardo Euclides Peres, 54 anos, e Jorgir Cunha da Costa, 58 anos.Todos irão responder pelo crime de violação de direitos autorais.
Segundo o delegado Alessandro Thiers, titular da DRCPIM, as operações de combate à pirataria seguirão em todo o Estado do Rio de Janeiro.

Representante da ONU afirma que corrupção movimenta 1 trilhão de dólares/ano

Organizado pela Controladoria Geral da União (CGU), o evento contou
com a presença de várias autoridades.
A CGU realizou em Brasília no dia 9 de dezembro, dia internacional de combate a corrupção, um seminário que contou com a presença de diversas autoridades, dentre elas o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams e os ministros Jorge Hage (Controladoria-Geral da União), Gleisi Roffmann (Casa Civil) e Fernando Bezerra (Integração Nacional), além de Bo Mathiassen, representante do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC). A diretora executiva do Movimento Nossa Teresópolis, Rita Telles, esteve presente. Durante o evento, foram lançadas novas iniciativas para a prevenção da corrupção.
As comemorações do Dia Internacional de Combate à Corrupção foram presididas pelo ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage e por Bo Mathiasen, que em seu discurso revelou que “a corrupção movimenta cerca de 1 trilhão de dólares por ano”. No decorrer do seminário a CGU anunciou diversas iniciativas inéditas na área, entre elas as novas formas de consultas temáticas no Portal da Transparência e uma cartilha dirigida aos servidores sobre a Lei de Acesso à Informação Pública.
O advogado- geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, afirmou que até 2016 a Advocacia-Geral da União (AGU) pretende recuperar aos cofres públicos 25% do dinheiro desviado no País. Desde 2007, esse percentual subiu de 1% para 15%. Ele disse ainda que “chegará um dia em que não haverá oportunidade para o corrupto persistir na sua prática".
De acordo com o ministro, em números brutos, a AGU já recuperou R$ 1,5 bilhão em recursos públicos mal aplicados ou roubados de instituições públicas federais de 2002 a 2011. "Apenas neste ano, que ainda não terminou, nós já recuperamos mais de R$ 600 milhões. Esse resultado mostra que o Estado está no caminho certo, tomando as decisões corretas e nós vamos chegar a um dia em que a corrupção vai ser uma realidade absolutamente residual e que todos os brasileiros vão combater", disse.

Bispo de Corumbá (MS) proíbe religiões de matriz africana de entrar na igreja

Religiões africanas participam da Santa Missa realizada em 2010 (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Corumbá)Os religiosos das matrizes africanas estão proibidos de participar, em grupo, da Santa Missa na Igreja Matriz de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. A medida, que afeta principalmente os praticantes de candomblé na cidade, é uma decisão do bispo diocesano Dom Martinez Alvarez. A lavagem das escadarias, feita depois da celebração, será mantida, mas feita somente após o fechamento das portas da igreja.
Há sete anos, os integrantes das religiões das matrizes africanas  assistem a Santa Missa, vestidos com as roupas tradicionais, sentados nos primeiros bancos da igreja de forma respeitosa e reverente. Após a celebração, eles saíam tranquilos e lavavam a escadaria da igreja. Agora, esta participação foi vetada.
“Essa postura da igreja católica é uma medida que revela um viés altamente conservador e que nega a dimensão do diálogo entre as religiões”.
O padre da igreja, Flávio Vieira, afirma que a decisão não representa um preconceito. “É uma questão teológica e doutrinária, não se trata de exclusão; pelo contrário cada doutrina deve se fortalecer naquilo que ela é”, afirma o pároco. Dom Martinez Alvarez, o bispo que está há sete anos na diocese da cidade, afirma que não há possibilidade de voltar atrás na decisão. A lavagem das escadas está liberada, porém a igreja não abrirá as portas durante a cerimônia. “Não tivemos reunião com ninguém, decidimos proibir a entradas dos religiosos na Santa Missa”.
“Nosso objetivo não é só lavar as escadarias, e sim, participar da missa e passar uma mensagem de união e paz para todos. Vamos conversar e evitar que essa regressão pela luta do preconceito seja feita”.Para o presidente da Associação Corumbaense das Religiões de Matrizes Africanas do Pantanal e Região (Acorema) e delegado das religiões de matrizes sul-africanas do Centro Oeste, Clemílson Pereira Medina, a decisão vai contra a unificação das religiões.
Medina conta ainda que participou da Conferência Nacional de Direitos Humanos em Brasília e voltou da reunião com um documento que será entregue ao bispo da igreja. “Nós reunimos 109 assinaturas de delegadas da conferência e irei tentar um diálogo para que o bispo volte atrás na decisão”.
Tradição
O sociólogo Paulo Cabral afirma que a igreja católica iniciou o diálogo entre as religiões no final do século XX e que a tradição da lavagem das escadarias faz parte da cultura brasileira. “Essa postura da igreja católica é uma medida que revela um viés altamente conservador e que nega a dimensão do diálogo entre as religiões”.
Segundo o sociólogo, a tradição de lavar as escadas da igreja católica com água de cheiro começou nos anos 70 na Bahia. “A expressão mais característica dessa interação é a lavagem da escadaria do nosso senhor do Bonfim da Bahia”. A cerimônia é realizada no estado baiano todo dia 13 de janeiro e inspirou a tradição em Corumbá que acontece no dia 30 de dezembro.

Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação Física no Município.


Nesta quinta, 22, o Prefeito Arlei e o Secretário de Esportes, Demerval Casemiro, receberam a Gestora de Negócios da Universidade da Saúde, Fernanda Santaguida, e o representante do Conselho Regional de Educação Física – 1ª Região (CREF), Conselheiro Carlos Eduardo Cossenza.
Em pauta, a oficialização de parceria com a Prefeitura, através da Secretaria de Esportes e Lazer (SMEL), para a realização de curso de pós-graduação e de clínicas destinadas ao aperfeiçoamento dos profissionais de Educação Física no Município, bem como sua habilitação junto ao Conselho, para o exercício legal da profissão.
Também acompanharam a reunião o Coordenador de Projetos de Quadra, Zeca Godinho, e o treinador de futsal Sidney Tavares, da SMEL.
“Nosso interesse é ver os profissionais que atuam no setor qualificados e prestando o melhor atendimento possível à população”, pontuou o Prefeito Arlei.
A primeira clínica profissional foi marcada para o dia 21 de janeiro, estando previstas outras duas, para 4 de fevereiro e 3 de março, no Ginásio Pedrão, na Várzea. O cronograma das modalidades está sendo definido. Já a aula inaugural do curso de pós-graduação deverá acontecer no dia 10 de março, também no Pedrão. O curso de pós tem 15 meses de duração, e os cursos de formação, 6 meses.
“Essa parceria vai beneficiar bastante a cidade, pois o pessoal formado em Educação Física não precisará deixar o município para buscar cursos de aperfeiçoamento. E por ser um curso regional, certamente atrairá profissionais de cidades vizinhas, contribuindo para movimentar a economia de Teresópolis”, avaliou o Secretário de Esportes e Lazer, Demerval Casemiro.
A intermediação é feita pela Universidade da Saúde, empresa especializada em cursos de pós-graduação, treinamentos e capacitações profissionais para a área da saúde, mas a certificação dos alunos ficará a cargo do Centro Universitário São José de Itaperuna.
“Essa parceria visa ao crescimento da educação física em Teresópolis, através de cursos de especialização e reciclagem para que os profissionais da área garantam serviços de qualidade à população”, ressaltou Fernanda Santaguida. “Nosso objetivo é regularizar a situação dos profissionais deste segmento que ainda não estão habilitados junto ao Conselho”, completou Carlos Eduardo Cossenza.
Os interessados podem obter mais informações com a Universidade da Saúde pelo telefone (21) 2135-4087, ou através do e-mail f.santaguida@gmail.com.

SÉRGIO GRAVAÇÕES E ARTIGOS ESPORTIVOS. VEJA A LOJA.


A Sérgio Gravações não faz apenas troféus, medalhas e brindes promocionais. Na Sérgio Gravações você encontra também uma grande variedade de camisetas, artigos para a pratica de artes marciais e material esportivo em geral. Faça uma visita a loja e comprove.

BOLAS

CAMISETAS

SACO DE BOX


    Bolas, Kimonos, Redes, Acessórios esportivos


 



Fabricação de Troféus, Medalhas, Placas de Homenagem, Camisas Promocionais, Uniformes esportivos, Brindes, Faixas, Plastificação, Carimbos, etc.

CAMISETAS DE VÁRIOS ESTILOS.
ATENDIMENTO PERSONALIZADO




BERMUDAS


VISITE A NOSSA LOJA, BEM EM FRENTE AO PEDRÃO!



Veja aqui 5 dicas para manter uma cozinha sustentável e ainda economizar.

Para viver bem não é necessário apenas cuidar de nós mesmos. É necessário cuidar do mundo em que vivemos também. 
Existem algumas atitudes sustentáveis que, se inseridas em sua rotina diária na cozinha, farão um bem danado ao meio ambiente. Essas pequenas ações são extremamente necessárias e importantes.
1- Tampar as panelas sempre que for cozinhar alimentos. Assim, o calor pode ser aproveitado. Outra coisa interessante é optar pelo uso da panela de pressão, pois ela economiza cerca de 60% de gás.
2- Se a geladeira ficar ao lado do fogão, certamente ela gastará mais energia para manter a temperatura gelada. Afinal, o calor do fogão briga com o frio da geladeira e ela precisa de mais energia para compesar a temperatura.
3- Mantenha o fogo baixo na hora de cozinhar alimentos na água. Ela não ultrapassa os 100ºC em panelas comuns. Desta forma, é um equívoco imaginar que o fogo alto vai permitir um cozimento mais rápido.
4- Acostume-se a comprar alimentos que tenham sido produzidos perto de sua região para economizar combustível e energia.
5- Na hora de adquirir um eletrodoméstico, escolha aquelea identificados como sendo de baixo consumo de energia.
(As dicas são do site "Bolsa de Mulher)

Helinho da Grande Rio consegue liminar e já esta solto

Helinho da Grande Rio já esta solto

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta quinta-feira (22), concede habeas Corpus o recolhimento do mandado de prisão contra Hélio Ribeiro de Oliveira, o Helinho da Grande Rio, suspeito de envolvimento com o jogo do bicho. Na última terça-feira (20), policiais encontram quase R$ 4 milhões em sua mansão. O habeas corpus com pedido de liminar foi impetrado na última terça-feira (20).
O desembargador Sidney Rosalembrou que a prisão cautelar é uma exceção e, somente deve ser concedida a luz da Constituição Federal, como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal. “No conceito de ordem pública, não se pode regular em razão da reação do meio ambiente à prática delituosa”, ressaltou.
Para o desembargador Sidney Rosa, o fundamento da prisão não aponta um só fato concreto a embasá-la. “Todas as questões ali trazidas são de cunho meritório, razão pela qual a prisão cautelar transmuda-se em verdadeira antecipação de pena”, afirmou em sua decisão. E completou: “Prender alguém por mérito, é afronta ao Estado Democrático de Direito, que deve ser coibido com veemência pelo Poder Judiciário”.

Sobe para 24 número de municípios mineiros em situação de emergência

Imagens do último temporal em Belo Horizonte

Os municípios de Santa Rita de Jacutinga, na Zona da Mata mineira, e Joanésia, na região do Rio Doce, decretaram situação de emergência após sofrer inundações. Em Santa Rita de Jacutinga, 250 pessoas ficaram desalojadas e 52 casas foram danificadas. Trechos de estradas que ligam a cidade a municípios vizinhos foram interditados por queda de barreiras. A cidade havia feito Notificação Preliminar de Desastre (Nopred) no último dia 20.
Os municípios São Sebastião do Maranhão, na região do Jequitinhonha, e Mateus Leme, na região central, também fizeram Notificação Preliminar de Desastre (Nopred) após inundações.
Em todo o período chuvoso, de outubro até hoje (23), 78 municípios foram afetados pela chuva no estado. Nesses três meses, 1.622 casas foram danificadas e 35 pontes foram destruídas. Os desastres deixaram 1.025 pessoas desalojadas e 27 feridas. No total, foram 61.731 pessoas afetadas.
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ao longo do dia de hoje é esperada chuva de moderada a forte intensidade no norte e leste mineiro.

Monografia sobre jornal de Friburgo recebe nota máxima na UERJ

Layse alcançou a nota máxima com
sua monografia
Durante dois anos, Layse Ventura Coutinho Amaral (foto), estudante de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), se debruçou sobre a história do jornal A VOZ DA SERRA e os desafios enfrentados pela chamada mídia do interior nos dias atuais. O título de sua monografia, por si só, é sugestivo: “Imprensa do interior frente ao web jornalismo: Perspectivas e desafios frente ao desenvolvimento das tecnologias digitais”.
Layse tem profundas ligações familiares com A VOZ DA SERRA, já que seus bisavôs Américo Ventura Filho e José Côrtes Coutinho foram fundadores do jornal, e o atual diretor, Laercio Ventura, é seu tio-avô. No entanto, os fundamentos de seu trabalho não foram afetivos. Seu trabalho é meticuloso, detalhado e, com justa razão, Layse tirou a nota máxima na apresentação, recebendo elogios de toda a banca examinadora, especialmente do orientador, o professor doutor Márcio de Souza Gonçalves. 
Ela analisou o jornalismo local frente aos desafios e possibilidades representadas pela internet. Para tanto, estudou as coberturas da tragédia ocorrida em Nova Friburgo feitas por A VOZ DA SERRA e Folha de São Paulo. Uma das conclusões é que nosso jornal publicou muito mais material que o jornal paulista, mesmo tendo menos edições. 
Segundo ela, o fato de A VOZ DA SERRA não ser dotado de grandes recursos a cobertura noticiosa da tragédia não foi prejudicada. Apesar de ter ficado dias sem circular nem ter condições de alugar um helicóptero para tirar fotos aéreas ou visitar locais isolados, conseguiu realizar uma cobertura ampla e colher depoimentos relevantes de pessoas afetadas pelas chuvas. Outro destaque importante, afirmou, foi a quantidade de matérias de prestação de serviços.

Rio-Teresópolis tem esquema especial para o Natal

Esquema especial de Natal começa nesta
sexta-feira

O esquema especial montado pela Concessionária Rio-Teresópolis (CRT) para o Natal começa na tarde desta sexta-feira (23). A expectativa é que 75 mil veículos passem pela rodovia neste fim de ano. Durante este período, todas as obras com interferência no tráfego serão suspensas.
Nestes dias, estarão de prontidão na Rio-Teresópolis-Além Paraíba seis guinchos, cinco viaturas de inspeção, dois carros resgate, uma UTI e uma ambulância. Nos horários de maior movimento de veículos, tarde e noite de sexta-feira, manhã de sábado e tarde e noite de domingo, papa-filas serão disponibilizados na praça de pedágio principal de Piabetá e a frota de plantão será reforçada com mais um guincho num total de sete, mais uma viatura de inspeção somando seis e mais um carro resgate totalizando três.
A CRT disponibiliza na praça de pedágio de Piabetá telefones e sanitários. Para orientação e atendimento aos usuários estão em funcionamento na via cinco paineis de mensagens variáveis, assim como os números 0800-0210278 e 0800-0210279 (para deficientes auditivos e de fala), em plantão 24 horas, para informações sobre condições de tráfego ou solicitação de socorro.

PEDÁGIO - A tarifa para carros de passeio no pedágio da Rio-Teresópolis-Além Paraíba de Piabetá (km-133,5) é R$ 11,20 e R$ 7,80 nas praças auxiliares de Santo Aleixo (km-144) e Santa Guilhermina (km-122). Veículos pesados têm o valor da tarifa multiplicado pelo número de eixos. Motocicletas pagam R$ 5,60 nas praças principais e R$ 3,90, nas auxiliares. Quem trafega pelo trecho sob administração da CRT, um total de 142,5 quilômetros, paga pedágio em apenas uma praça.

Pesquisa mostra que tabagismo é causa de 62% de casos de aneurisma

Toxinas do cigarro enfraquecem uma
proteína encontrada na parede dos
vasos anguíneos

Pesquisa feita pelo Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo mostra que 62% dos pacientes que sofreram aneurismas cerebrais fumavam regularmente. O estudo analisou 250 casos nos últimos dois anos. O levantamento destaca que os fumantes são até dez vezes mais propensos a apresentar hemorragias cerebrais causadas pelos aneurismas. O fumo, de acordo com a pesquisa, está diretamente ligado ao surgimento de casos em pacientes que já trataram do aneurisma ou que ainda enfrentam o problema.
Segundo Rafael Vicente Alves, neurocirurgião do Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, toxinas do cigarro enfraquecem uma proteína fibrosa e flexível, chamada de elastina, encontrada na parede dos vasos sanguíneos. A fragilidade da proteína facilita a ocorrência de um aneurisma – espécie de embaulamento do vaso – que ocorre quando há dilatação anormal de uma artéria ou veia do cérebro. O sangramento causado pelo rompimento desse vaso pode levar o paciente à morte.
Além do cigarro, colaboram para o surgimento de aneurismas a hipertensão arterial, o diabetes, as alterações de colesterol, o consumo de álcool e as doenças infecciosas inflamatórias. “As pessoas têm de trabalhar em fatores que elas conseguem controlar. Controle de pressão, o diabetes, as alteração de gorduras no sangue, evitar álcool, e não só não fumar, mas também não conviver com pessoas que fumam, para evitar fumar passivamente”, ressalta o médico.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Dra. Cláudia quer construir um Centro de Tratamento de Usuários de Crack

Vereadora Dra. Cláudia quer um centro de tratamento de usuários
de Crack em Teresópolis
   Vem crescendo ininterruptamente o consumo de drogas no Brasil, com avanço expressivo de uma droga de alta periculosidade que é o crack. O curto espeço de tempo de viciação é preocupante, e medidas urgentes precisam ser adotadas para que essa epidemia seja barrada o mais rapidamente possível. A presidente Dilma, acaba de participar de uma reunião para lançamento do Programa Nacional contra o Crack em Brasília, e em Teresópolis não podemos ficar a margem das providências fazendo de conta que o problema não existe.
   Atenta ao problema, a vereadora Dra. Cláudia (DEM) apresentou moção ao plenário solicitando a construção em Teresópolis de um Centro especializado em tratamento de usuários de Crack, tendo sido aprovada por unanimidade. Nada mais sensato e urgente tendo em vista a força com que a droga vem se disseminando por toda a parte. 
   Além da visão policial que remete a repressão da venda e do consumo, temos que considerar a visão médica da vereadora, pois é ela que nos dá a real dimensão de uma doença grave que não pode ser encarada apenas como um delito. Parabéns a vereadora Dra. Cláudia.

Fortuna do bicheiro Helinho o foi encontrada até no esgoto: 3,9 milhões.

Helinho da Grande Rio fez muita força para prender sua fortuna, mas logo cedo viu que a coisa ia feder: agentes da Core limparam tudo em casarão na Barra da Tijuca
Helinho ainda esta foragido
Fortuna de cerca de R$ 3,9 milhões foi apreendida pela Polícia Civil ontem, em mansão que está em nome de um tio de Hélio Ribeiro de Oliveira, o Helinho da Grande Rio, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O dinheiro, que seria fruto da contravenção, estava escondido em paredes e portas falsas, vasos sanitários, atrás da geladeira, forros do telhado, em luminárias, ralos e até na rede de esgoto. Eram tantas notas que o montante encheu um carrinho de supermercado e teve que ser enviado a um banco para ser contado.
A ação foi um desdobramento da Operação Dedo de Deus, deflagrada na semana passada. Uma réplica de fuzil AK-47 foi encontrada em um dos escritórios da casa, que, de acordo com a polícia, tem dezenas de cômodos. O bicheiro, que ainda está foragido, é presidente da escola de samba Grande Rio, de Duque de Caxias.
Policiais recolheram as cédulas em um
carrinho
Na mansão, os policiais recolheram computadores, escrituras de imóveis, anotações do jogo do bicho e planilhas, das quais uma, de dez páginas, mostra que só em setembro a contravenção movimentou R$ 3 milhões em Caxias. Segundo o delegado Glaudiston Galeano Lessa, na tarde de segunda-feira a Corregedoria Interna da Polícia Civil recebeu alerta do Disque-Denúncia (2253-1177) de que Helinho estava em uma casa cheia de paredes falsas. Quinze agentes foram para o local, mas, sem mandado de busca e apreensão, não puderam entrar. O documento foi obtido no plantão judiciário, e a polícia entrou às 6h.

Coronel Beltrami sai da cadeia e jura inocência

Acusado de receber propina do tráfico, Djalma Beltrami é libertado e jura inocência
Beltrami afirma que não existem
provas contra ele
De posse da decisão judicial que o libertou, depois de 44 horas preso no Quartel General (QG) da Polícia Militar acusado de receber propina de traficantes em São Gonçalo, o coronel Djalma Beltrami abriu o coração e afirmou se sentir injustiçado. Ontem, ele se reuniu com o comandante-geral da corporação, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, mas a decisão sobre o seu futuro no comando do 7 º BPM (Alcântara) foi adiada.
A prisão temporária de Beltrami foi pedida a partir de inquérito da Delegacia de Homicídios de Niterói, que investigava o tráfico no Morro da Coruja, em São Gonçalo, e a remessa de drogas de lá para a Região dos Lagos.
"Eu tenho a minha vida limpa", desabafou Beltrami, que garante não ver problema em reassumir o 7º BPM. "Se a ordem for voltar para São Gonçalo, visto a farda e vou de cabeça erguida. Não posso falar ou achar algo sobre o que outras pessoas fazem, dou conta dos meus atos e nunca cometi crime. Além disso, sempre trabalhei integrado com a Polícia Civil e duvido que haja provas contra mim. Sou inocente".
Beltrami contou como foram os momentos que passou preso: "A gente se sente impotente e injustiçado. Tenho 27 anos de polícia, nunca recebi propina. Meus bens são todos comprovados".
Ao sair do QG, às 4h da madrugada de ontem, Beltrami seguiu para casa. "Dei um abraço e um beijo na minha mulher e infelizmente ainda não pude abraçar meu filho, que está fora do Rio", disse ele, que ressaltou ter sido indicado para o comando do batalhão de São Gonçalo pelo bom trabalho realizado. "Dediquei-me ao máximo para vencer o desafio de comandar o 7º BPM. Fizemos diversas operações em todas as comunidades".
Morte suspeita
Na última sexta-feira, Rafael Rosa Guimarães, o Chacal, foi morto no Morro da Coruja, em São Gonçalo em troca de tiros com a PM. A polícia investiga se a morte teria sido "queima de arquivo", pois o criminoso seria testemunha da negociata envolvendo PMs do 7º BPM e traficantes. Beltrami afirmou que autorizou a operação. O 7º BPM é a mesma unidade que teve o ex-comandante e outros policiais presos acusados de participação na execução da juíza Patrícia Acioli, em agosto, em Niterói.

"Desembargador Paulo Rangel: ‘Estão brincando de investigar"

A decisão de libertar Beltrami foi do desembargador Paulo Rangel, do Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça, que criticou duramente a prisão do coronel. "Estão brincando de investigar. Só que esta brincadeira recai, no direito penal, nas costas de um homem que, até então, é sério, tem histórico na polícia de bons trabalhos prestados e vive honestamente", escreveu o desembargador na sentença do habeas corpus.
Uma das provas apresentadas pela DH contra Beltrami foi uma gravação de escuta telefônica da conversa entre um policial do 7º Batalhão e um traficante, na qual o PM diz que a propina será dada ao ‘zero-um', que, no entender dos investigadores, seria o comandante da unidade de São Gonçalo.

Recadastramento do auxílio moradia em Teresópolis até o dia 30/12

QUEM RECEBE O AUXÍLIO MORADIA, PAGO PELO MUNICÍPIO PARA VÍTIMAS DAS CHUVAS DE 12 DE JANEIRO, DEVE IR À SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ATÉ O DIA 30 DE DEZEMBRO PARA SE RECADASTRAR. A ATUALIZAÇÃO DOS DADOS É OBRIGATÓRIA PARA AS672 FAMÍLIAS QUE RECEBEM O AUXÍLIO MORADIA DA PREFEITURA. O ATENDIMENTO ACONTECE NA SEDE DA SECRETARIA, NO ALTO, SENDO QUE O RECADASTRAMENTO SEGUE UM CRONOGRAMA DE DATAS POR BAIRROS. INFORMAÇÕES PELO TELEFONE (21) 2742-3080.

Estudantes do ensino médio podem agendar visitas guiadas ao UNIFESO

CONHEÇA O UNIFESO!
O Projeto UNIFESO Abre Portas recebe estudantes do Ensino Médio e de cursos técnicos para visitas guiadas às instalações do UNIFESO, e também envia professores para apresentar a instituição e seus cursos a colégios de Ensino Médio e cursos preparatórios de Teresópolis e da região.
Para agendar uma visita ou palestra entre em contato pelo e-mail  unifesoabreportas@feso.br.

Varredura do CNJ apontou 3.428 juízes com movimentação financeira suspeita


Ministra Eliana Calmon, corregedora nacional de Justiça
Uma varredura determinada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na movimentação financeira de todos os servidores e magistrados do Judiciário - com exceção dos tribunais superiores- está na origem da guerra deflagrada no mundo jurídico.

Determinado em julho de 2010, o levantamento atingiu 216.800 pessoas - entre servidores, juízes e parentes- e apontou que 3.438 deles tiveram movimentações consideradas suspeitas. A corregedoria contesta esses números.

Além disso, serviu de base para que, no início deste mês, a corregedora nacional de JustiçaEliana Calmon, determinasse uma devassa em 22 tribunais. O objetivo era apurar um eventual enriquecimento de seus integrantes.

A varredura provocou reação indignada da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), que acusa o conselho de quebrar ilegalmente o sigilo bancário e fiscal dos integrantes do Judiciário.

A entidade pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que anulasse as inspeções e teve o pedido aceito pelo ministro Ricardo Lewandowski, que na última segunda-feira concedeu liminar suspendendo a investigação recém-iniciada pelo conselho.

Como a Folha revelou ontem, a decisão beneficiou o próprio Lewandowski, porque também suspendeu uma investigação sobre pagamentos feitos a vários juízes por conta de uma antiga dívida trabalhista.

Por sua vez, o CNJ alega que tem o dever de investigar os servidores do Judiciário, incluindo as suspeitas de enriquecimento ilícito.

Análise

O levantamento sigiloso sobre movimentações financeiras atípicas no Judiciário foi solicitado em julho de 2010 pelo então corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp.

Ele solicitou ao Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão que pertence ao Ministério da Fazenda, a análise dos CPFs de todos os membros dos tribunais estaduais, federais, trabalhistas e militares.

Além de apontar 3.438 casos suspeitos, o Coaf informou que as movimentações atípicas se concentraram em cinco Estados (São Paulo, Rio, Minas, Bahia e Paraíba) e no Distrito Federal.

De R$ 173,6 milhões de operações feitas em dinheiro, e postas sob suspeita, R$ 60,6 milhões estão concentradas na Justiça paulista (estadual, militar e do Trabalho), no TJ do Distrito Federal e no TJ da Bahia.

Nesse grupo, segundo o Coaf, oito pessoas movimentaram R$ 16,7 milhões: dois titulares de cartórios, três juízes, um desembargador, um aposentado e um empresário.

Por entender que o CNJ "passou a investigar eventual prática de crime, e não de infração disciplinar administrativa", a AMB, a Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho) e a Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) requereram ao Supremo a anulação e imediata suspensão dessas investigações.

Constrangimento

Como o ministro Joaquim Barbosa, relator sorteado, não estava no STF, o pedido foi distribuído ao ministro Ricardo Lewandowski, que concedeu a liminar.

As três associações alegaram que a corregedoria submetera 216.800 mil magistrados e servidores "ao constrangimento ilegal de quebra de sigilo bancário e fiscal".

As entidades sustentaram que o plenário do CNJ não foi informado previamente sobre o pedido ao Coaf.

"Tomei a decisão, em face da amplitude das providências determinadas pela Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça, que compreendem a quebra do sigilo de dados fiscais e bancários de um número indeterminado e indiscriminado de magistrados e servidores", afirmou Lewandowski, em nota.

Eliana determinou que as inspeções sigilosas começassem em São Paulo. A ordem era examinar declarações de bens de quem tivesse informado rendimentos anuais superiores a R$ 500 mil nos últimos cinco exercícios.

No ato, a corregedora alertou que a conclusão dependeria de verificar-se a compatibilidade dos bens e rendas:

"A simples movimentação financeira de altas somas pode não caracterizar ilícito, mas pagamento regular de créditos salariais, heranças e prêmios de loteria".

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ética - Advocacia geral da União contra o corporativismo de magistrados

A Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou nesta quarta-feira, no Supremo Tribunal Federal (STF), o Mandado de Segurança nº 31.092, que pede uma liminar para suspender os efeitos da decisão que limitou a atuação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
A ação questiona o entendimento individual do ministro do STF Marco Aurélio Mello, que suspendeu grande parte da resolução que regulamenta as atribuições da Corregedoria do CNJ nas investigações relativas a juízes.
No Mandado de Segurança, a AGU afirmou que a decisão atacada viola o regimento interno do Supremo, bem como os princípios do colegiado e do devido processo legal. Para a entidade, a decisão foi tomada quando já estava em vigor o recesso do Poder Judiciário. O regimento diz que diante disso a competência seria do presidente do STF, argumenta o órgão.
A AGU ressaltou ainda que a decisão não aponta qual seria a extrema urgência que demandaria providência imediata do Supremo e que não há demora no julgamento. Ao dar a liminar, Marco Aurélio argumentou que precisou decidir individualmente porque o assunto foi colocado em pauta no dia 5 de setembro, e desde então esteve pronto para julgamento por 13 vezes, sem ser chamado.
Para a entidade, a decisão causa uma série de prejuízos às investigações promovidas pelo CNJ, uma vez que a sistemática da investigação conjunta da Corregedoria Nacional com as corregedorias locais sempre esteve em funcionamento e só foi regulamentada pela resolução esvaziada por Marco Aurélio.
Devido ao recesso do Judiciário, as questões urgentes são encaminhadas ao ministro plantonista. Essa posição é ocupada pela ministra Cármen Lúcia até o dia 10 de janeiro, e depois disso, a previsão é de que o presidente Cezar Peluso assuma a posição até fevereiro, quando termina o recesso.

Corrupção - Ministro Lewandowski beneficiou colegas paralisando investigações.

Lewandowski esta entre os beneficiados por
pagamentos milionários
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, saiu ontem em defesa do ministro Ricardo Lewandowski, que nesta semana paralisou inspeções do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre pagamentos milionários feitos pelos tribunais estaduais a magistrados.

Como a Folha de S.Paulo revelou anteontem, Lewandowski e o próprio Peluso estão entre os beneficiários de pagamentos que chamaram a atenção do CNJ. Os dois ministros eram desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo antes de irem para o STF. Três outros ministros do Supremo, que aceitaram falar à reportagem sobre o caso desde que não fossem identificados, disseram que Lewandowski deveria ter evitado se pronunciar sobre o assunto, por causa do seu envolvimento com a questão. 

Lewandowski não é alvo da investigação do CNJ, porque ministros do Supremo só podem ser processados pelo Senado. Mas ele beneficiou diretamente seus antigos colegas no tribunal de São Paulo ao paralisar a investigação. Em nota divulgada ontem, Peluso afirmou que Lewandowski “agiu no estrito cumprimento de seu dever legal” e que “inexistia e inexiste” condição que o impeça de atuar no caso.