quarta-feira, 21 de março de 2012

Ministério da Saúde vai distribuir 20 milhões de camisinhas femininas à partir de maio.

O Ministério da Saúde vai distribuir um lote de 20 milhões de preservativos femininos a partir de maio. A medida visa proteger a saúde da mulher que tenha dificuldade em negociar o uso do preservativo masculino com o parceiro.
As profissionais do sexo, mulheres em situação de violência doméstica, pessoas com HIV, usuárias de drogas estão na lista do público-alvo para receber prioritariamente a camisinha feminina.
De acordo com o governo, o gasto com a compra foi de R$27, 3 milhões, sendo o preço unitário de R$1,36.