sexta-feira, 16 de março de 2012

Sem acordo com os bancos, greve dos vigilantes continua e não tem prazo para acabar

Sindicalistas na porta dos bancos

Segundo pudemos apurar hoje à tarde, a greve dos vigilantes em todo o Estado do Rio de Janeiro esta longe de acabar. Segundo os sindicalistas que entraram em contato com o TERESÓPOLIS 24 HORAS, os banqueiros não se manifestaram até agora sobre a greve. Estão num silêncio sepulcral. "O salário dos vigilantes em Brasília passa dos R$ 2.600,00, e no Rio é pouco mais de R$ 800,00, fora os descontos. E mais: não há Plano de Saúde, o que é outra reivindicação da categoria. Ainda recebemos a informação de que há muito tempo a categoria não recebe qualquer aumento.




Transações só através do caixa eletrônico