quinta-feira, 15 de março de 2012

Morador de servidão na Barra do Imbuí relata infestação de percevejos e suspeita do inseto barbeiro

Petter, o morador.
Morador de servidão na Barra do Imbuí, diz que o local esta infestado de percevejos, e que existe suspeita de outros insetos nocivos como barbeiro, por exemplo. Vejam o relato:
Segundo o morador Petter Heino, esses insetos
foram recolhidos numa manhã de capina.


"Informei a vários meios de comunicação e aos órgãos competentes a possível aparição do inseto barbeiro e percevejo na Servidão Alfredo Soares, na Barra do Imbui, ao passar no local foi constatado um quantidade absurda destes insetos, depois da visita do CANAL 7 e do pessoal da ZOONOSE, os moradores locais foram informados que a maioria dos insetos adquiridos são percevejos e não barbeiro, conforme narrado.

Na minha opinião ótimo até ai! - Mas o problema presente é que nada foi feito até o presente momento; os insetos estão se debandando para as residencias locais e todo mais. Outro caso é que vou anexar em fotos um inseto a qual foi encontrado presente na servidão a qual de forma alguma e um percevejo.

Obs: Lembrando aos amigos e conhecidos que o percevejo principalmente a especie chama percevejo cama, a qual descrevo seus aspectos e funções patológicas:

Percevejos das Camas 
Aspecto: 4 a 5 mm de comprimento. 
Oval e achatado da traseira para a parte inferior, com patas bem desenvolvidas, mas sem asas. 
Boca adaptada à perfuração e sucção. 
Cor castanho vermelhado. 
Ciclo de vida: 200 - 500 ovos depositados ao longo de 2 meses, em grupos de 10 a 50. 
Hábitos: Alimentam-se de sangue humano. 
Encontram-se em rachas e fendas, cabeceiras de camas, atrás do papel de parede, no reboco quebrado, em interruptores, debaixo de carpetes, nos rodapés, entulhos de obra, etc. 
Os percevejos das camas são animais noturnos mas podendo se locomover de forma diurna caso o seu habitat seja afetado, ou modificado por ação do homem. 

Na ultima sexta-feira dia 09/03/2012, o Sr. Marcos da ZOONOSE de TERESÓPOLIS esteve no local para deixar um comunicado e uma aula prática de como acabar com o percevejo e isto mesmo uma aula prática. Veja a seguir:

Material necessário para acabar com os percevejos todas as informações a seguir foram expressadas pelo próprio Sr. Marcos da ZOONOSE de TERESÓPOLIS.

1. Vara de Vergalhão
2. Corda
3. Coleira 
4. Galinhas, e não pode ser qualquer galinha tem que ser “Galinha Caipira.”

Com este material você poderá colocar no espaço necessário e prender as galinhas que elas vão se alimentar do inseto, “viu que legal gente o que vocês acharam da aula”? - Piada não e mesmo?

Tem mais o mesmo informou que era bobeira botar remédio neste espaço tão pequeno. Outro motivo para o não cumprimento das tarefas da ZOONOSE era que tínhamos que procurar o ministério da fazenda de Teresópolis, pois ele acha que aqui a servidão e um condomínio.

Outo fato narrado pelo Sr. Marcos é que era bobeira botar remédio num espaço tão pequeno.
Apois a Sr. Wanda perguntar ao mesmo se o remédio que mata barata serve para o referido inseto e como resposta vimos o quanto e serio o inseto.

“Sr. Wanda, não tem como colocar qualquer remédio pois o percevejo tem o casco tão duro quanto o casco do barbeiro a qual qualquer remédio não realizara o referido efeito, somente o remédio do inseto barbeiro pode sanar o problema.”

Lembrando que pelo sim e pelo não; como as autoridades competentes somente falam e nada fazem, não vamos ficar a dormir não e mesmo, 02 pessoas foram picadas e após uma semana na data de hoje foram submetidos a exames laboratoriais para devidos fins, o Sr. Jean Carlos e Sr. Wanda Fermiano comparecerem hoje ao Laboratório Prontolabor para o referido exame de chagas.

E então o que acham do caso, legal não é mesmo.
Os moradores próximo a Servidão, não podem deixar suas portas e janelas abertas, pois o insetos estão entrando dento das casas. As crianças não podem brincar na escada e temos que ficar de olho para não ser picado por este inseto pois sua picada pode apresentar irritabilidades e reações alérgicas".
 




Fica ai a nota e o alerta para os serviços de saúde pública do município.