quarta-feira, 14 de março de 2012

Motorista ganha indenização na justiça contra empresa que o obrigou a examinar o fiofó.

Humilhado ao ser submetido a exame físico admissional para verificar a existência de hemorroidas, um ex-motorista da Viação Andorinha ganhou na Justiça processo que movia contra a empresa de ônibus e será indenizado em R$ 8 mil por danos morais. A decisão é da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região.
Segundo o TRT, o ex-funcionário - que foi dispensando após quatro anos de trabalho - alegou que na época da admissão foi obrigado a se submeter a um minucioso exame de inspeção anal diante de outros colegas, o que o fez se sentir constrangido e humilhado. O relator do recurso, desembargador José Geraldo da Fonseca, disse que a empresa agiu fora de seus poderes.
Fonseca acredita que a decisão vá encorajar outros funcionários a denunciar situações como essa. "A pior das condutas que um funcionário pode ter é se acovardar. Não é nem por vergonha, mas sim por medo de perder o emprego. O conselho que eu dou é que as pessoas tenham coragem e procurem os sindicatos, o Ministério Público e as Delegacias Regionais do Trabalho para denunciar", orientou o desembargador.