sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Teresópolis - Avançam as obras do INEA no Rio Príncipe e Imbuí

Entre outras coisas, esta sendo redimensionada a calha do Rio


Máquinas trabalhando muito
Nas obras dos rios Príncipe e Imbuí, além do desassoreamento, estão sendo feitos serviços de redimensionamento da calha do rio, revestimento dos taludes e substituição das pontes. 


O projeto é do Inea (Instituto Estadual do Ambiente). “Estamos fazendo um trabalho para que o rio volte ao seu curso original. Vamos aumentar a sua capacidade de vazão, reduzindo o risco de inundações. Também estamos construindo muros de contenção e demolindo casas que estão dentro da área de exclusão e que foram demarcadas e já tiveram finalizadas as negociações com os proprietários”, explicou o gerente de obras do Inea, João Grilo, acrescentando que o material de demolição é triturado e reaproveitado na obra e o aço é direcionado para cooperativas, o que demonstra a preocupação do instituto com a preservação do meio ambiente.
Muitas pedras tiveram que ser quebradas


As famílias cujas casas foram demarcadas podem optar por receber uma indenização do Governo Estadual; se inscrever no programa de Aluguel Social enquanto aguardam a construção do condomínio habitacional pelo poder público; ou se inscrever no programa de compra assistida, no qual recebem o valor correspondente à avaliação feita do seu imóvel e o dinheiro só pode ser aplicado na compra de nova moradia.