terça-feira, 22 de maio de 2012

Milhares de internautas estão pedindo a demissão de repórter da BAND que humilhou jovem preso na Bahia


A repórter Mirella Cunha, da versão baiana do programa popular "Brasil Urgente", da "TV Bandeirantes", está sendo acusada por milhares de usuários nas redes sociais de humilhar um jovem preso acusado por assalto e estupro. Os indignados com a postura demonstrada pela profissional na reportagem pedem que ela seja demitida.
No vídeo da reportagem, que já foi assistido quase 400 mil vezes no Youtube, Mirella explora o baixo nível de conhecimento do preso, que chega a chorar. Durante os mais de três minutos de gravação, ela "zomba" da confusão feita pelo preso entre os exames de próstata e de corpo de delito.
Além disso, após o suspeito assumir o assalto e negar o estupro, a repórter chega a afirmar que ele "não estuprou, mas gostaria".
Assista ao vídeo: