terça-feira, 22 de maio de 2012

Governo do Rio desiste de assinar contrato com ONG de pastor Marcos Pereira


O governo do Estado do Rio desistiu de assinar contrato com a organização não-governamental Instituto Vida Renovada, comandada pelo líder evangélico Marcos Pereira da Silva. Uma verba de R$ 1,296 milhões por ano seria liberada, via Secretaria Estadual de Assistência Social, para o tratamento de dependentes químicos.
Pereira é suspeito de associação ao tráfico, estupro e tortura. Além disso, ele foi acusado pelo líder do Grupo AfroReggae, José Júnior, de tentar matá-lo.
O pastor nega todas as acusações e desafiou quem o acusa ao apresentar provas sobre o classifica de calúnias. Além disso, Marcos Pereira afirma que Instituto Vida Renovada é uma entidade idônea.