segunda-feira, 26 de março de 2012

Grupo de vereadores de unem para articular ações de combate as drogas em Teresópolis

Na sessão da última terça-feira, os vereadores Dr. Carlão, Waguinho, Dra. Cláudia e Cleyton Valentim, estiveram unidos no propósito de consolidar ações positivas de combate as drogas no município. 

Dr.Carlão:  Levantou o problema lembrando que desde 2009, juntamente com o então vereador Bira, aprovou uma lei que nunca virou realidade, e que versa sobre cursos de formação anti-drogas nas escolas. Falou sobre os menores que acabam se tornando pequenos traficantes para sustentar o vício, muitas vezes obrigados pelos adultos. Relatou que esses são dados colhidos na sua experiência como médico-legista, no exame de integridade física feito em menores apreendidos com drogas na delegacia. Enfatizou a necessidade de se trabalhar na prevenção do problema. o que poderia perfeitamente ser feito pelas escolas.

Waguinho: Fazendo uso da palavra, o vereador Waguinho disse: “Quero cerrar fileiras com o Dr. Carlão nessa questão, para que uma audiência pública sobre drogas seja marcada o mais breve possível”. É importante lembrar, que o vereador Waguinho já tem se pronunciado algumas vezes sobre o tema, tendo inclusive alertado o comando do 30º BPM sobre o que vem ocorrendo na Praça Olímpica, onde se reúnem grupos de jovens, muitas vezes menores de idade para consumir álcool e drogas.

Dra. Cláudia: No tempo destinado a sua interlocução, Dra. Cláudia enfatizou a importância do tema, e disse que ele constitui uma das suas mais constantes preocupações. Lembrou que apresentou uma emenda ao orçamento para que se destinasse uma verba para a construção de um Centro de Recuperação de Usuários de Drogas. Disse também que seria bom se a Câmara convidasse a Dra. Inês para participar quando a audiência pública fosse marcada, já que ela tem sido uma lutadora no combate às drogas.

Cleyton Valentim: Diante do exposto, o vereador Cleyton Valentin manifestou seu desejo de que a Audiência Pública fosse marcada para uma data mais próxima, e sugeriu a data do dia 19 de abril para a realização da mesma. Lembrou ainda que além das autoridades de praxe, seria necessária a convocação da sociedade civil organizada, para que a população pudesse ser ouvida também.

Estando presente a sessão nesta data, o Sub- Ten Ademilson Batista, atual comandante do Tiro de Guerra, se colocou a disposição para ajudar no que fosse preciso.