quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Ziraldo decepciona público no SESC Teresópolis ao irritar-se com a falta de silêncio das crianças

Quadra cheia no SESC Teresópolis, corredores lotados. O cartunista Ziraldo, a tão esperada atração da noite, guardava uma surpresa para os pais, professores e crianças presentes. Sentindo-se atrapalhado pela falta de silêncio no recinto, talvez por conta da mistura de idades (muitas crianças bem pequenas), Ziraldo declarou que se fosse professor "dava uma porrada nas crianças".... As palavras dele chocaram tanto, que levaram uma professora que lá estava com seus alunos, a desabafar com a seguinte postagem na rede:

"Discurso político, falta de paciência com o público explicita no linguajar e claro o fato de nossas crianças terem sido chamadas de BURRAS por tal autor, digo, como ele mesmo corrigiu apenas com falta de inteligência ... E ainda ouviram do mesmo autor que se fosse professor metia a po... em todo mundo!! Pela simples falta de silêncio na quadra!! 
Revoltante...". 

Não era isso que se esperava, mas parece também que o Ziraldo, atração do dia, não esperava falar para um público tão heterogêneo. Teria havido um erro de planejamento? De qualquer forma, tratar crianças dessa forma não pega nada bem para quem escreve histórias que envolvem crianças, e o fato de Ziraldo ser uma celebridade também não justifica esse comportamento. Pelo contrário, o torna ainda mais grave, devido a influencia que suas palavras exercem sobre as pessoas.

Questionado na rede por internautas, o secretário de Cultura do Município, Wanderley Peres, assim se expressou:

 "Realmente, o bom evento que deveria ser a palestra do Ziraldo acabou não rolando. Foi um tumulto só e só alguém como o octagenário escritor para safar-se sem maiores danos. Ocorreram vários erros, e foram erros primários. 
Muita criança, muita criança desassistida, e crianças de faixas de idades diversas, talvez esse o maior equívoco. Devia ter mais de 800 maluquinhos, com idade entre 3 e 12 anos, boa parte nem sabendo o que estava acontecendo lá.
Assisti todo o evento e, de certa forma, ganhei a tarde. Afinal, aprendi tudo sobre como não fazer um evento envolvendo um famoso e crianças.
Me desculpem a sinceridade os organizadores, que também devem ter aprendido uma baita lição nesta quarta-feira maluca".