terça-feira, 12 de novembro de 2013

Com o descaso da prefeitura, violência contra a mulher cresce em Campos

Os casos de violência contra a mulher tiveram aumento em mais de 20% em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, por descaso da prefeitura em relação ao problema. A Prefeita, Rosinha garotinho, apesar de ser mulher, parece que não se importa muito com o problema. Os dados são do Núcleo de Atendimento à Mulher (NUAM).  Segundo a instituição, de janeiro a novembro de 2013 foram realizados 686 atendimentos, número maior do que o mesmo período de 2012, quando foram 559 atendimentos.
Campos até hoje não tem uma delegacia especializada para as vítimas de violência, o que torna muito difícil punir os agressores.  A Lei Maria da Penha foi criada em 2006 para proteger as mulheres, mas em Campos dos Goytacazes faltam mecanismos para acompanhar os casos. A Delegacia da Mulher, pasmem,  começou a ser construída há dois anos, mas até hoje não foi inaugurada. Por enquanto, as ocorrências são encaminhadas para o NUAM, que funciona na Delegacia de Guarus.