sábado, 20 de abril de 2013

Escolas municipais estão revisando seu projetos pedagógicos com pais, alunos, funcionários e professores.

Pimentel

Incentivadas pela Secretaria Municipal de Educação (SME), as unidades escolares da rede municipal de ensino estão revendo seus Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) e ouvindo todos os atores envolvidos no processo educativo: alunos, pais e/ou responsáveis, funcionários e professores. O objetivo é a unificação do diálogo entre as partes e a apresentação das metas a serem atingidas por cada unidade.
O Projeto Político Pedagógico é uma espécie de guia, onde constam os objetivos que a unidade escolar deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O PPP deve conter o conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, alcançando não apenas gestores e professores, mas também funcionários, alunos e famílias. Um bom Projeto Político Pedagógico precisa ser completo o suficiente para não deixar dúvidas sobre essa rota, e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos.
Meudon
Além de ser uma obrigação legal, prevista na Lei 9.394/96, no inciso I do Artigo 12, a constante revisão do PPP é um processo fundamental para o êxito da escola: a cultura do diagnóstico e da avaliação como tomada de decisão em movimentos de ação, reflexão e ressignificação, ajudam a manter a escola atualizada. O resultado desse trabalho já está sendo encaminhado por algumas unidades escolares para a Secretaria Municipal de Educação, que participa ativamente de todo o processo.