sexta-feira, 24 de maio de 2013

Como parte do seu Projeto Político Pedagógico, Sakurá leva professores a visitar área de habitação dos alunos

 A Diretora Luciene Quintão abraçou a ideia inovadora das orientadora pedagógicas
para a elaboração do PPP da Escola Sakurá
 Incentivadas pela Secretaria Municipal de Educação, as unidades escolares da rede municipal de ensino estão revendo seus Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) e ouvindo todos os atores envolvidos no processo educativo: alunos, pais e/ou responsáveis, funcionários e professores. O objetivo é a unificação do diálogo entre as partes e a apresentação das metas a serem atingidas por cada unidade. Seguindo esses parâmetros, a Escola Municipal Sakurá (Ermitage) inovou em suas ações: levou os seus professores para conhecer onde moram seus alunos e suas diferentes realidades.
A Diretora do Sakurá, professora Luciene Quintão, ressalta que a escola até então não tinha um Projeto Político Pedagógico ou uma filosofia escolar definida, e que as orientadoras pedagógicas resolveram levar em frente esse projeto depois de uma visita à Secretaria de Educação. “Após uma reunião na Secretaria, nossas orientadoras consideraram vital para a realização do PPP que os professores conhecessem a realidade de nossos alunos, visitando as localidades onde eles moram, e nós aprovamos essa ideia”, esclareceu a Diretora.
“Pelo calendário oficial da Secretária Municipal de Educação, teremos mais um dia destinado ao PPP em setembro. Esperamos que neste encontro já estejamos na fase de finalização do nosso projeto, que deverá passar ainda por algumas outras fases e intervenções”, planeja Niedja.