sábado, 2 de fevereiro de 2013

Inea apresenta projetos de novas obras em Teresópolis ao Prefeito Arlei



O prefeito Arlei recebeu, nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, em seu gabinete, a presidente do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), Marilene Ramos. Em pauta, a apresentação das próximas intervenções do órgão para a recuperação ambiental do município, que foi seriamente afetado pelo fenômeno climático de janeiro de 2011. As obras integram o projeto Rios da Serra – Obras de Controle de Cheias nos rios Príncipe e Imbuí, já em andamento, e incluem a construção de barragem na cabeceira do Rio Príncipe e de um parque fluvial entre a Posse e o Campo Grande.
“O objetivo da reunião foi apresentar para o prefeito Arlei e sua equipe a nova etapa de obras que vamos iniciar em Teresópolis. Até hoje nós vínhamos trabalhando exclusivamente com recursos estaduais e, a partir de agora, estaremos iniciando um contrato com recursos federais no valor de R$160 milhões”, anunciou Marilene Ramos.
A presidente do Inea enumerou as intervenções a serem realizadas até o final de 2015. “Vamos dar continuidade ao trabalho que estava sendo executado nos rios Príncipe e Imbuí. Serão construídas barragens de contenção de cheias na região do Campo Grande e também nas nascentes do Rio Imbuí para proteger os moradores do local, além de um parque fluvial”. De acordo com Marilene, prosseguem os trabalhos de desassoreamento, reflorestamento, dragagem e delimitação de área marginal de proteção dos rios. Cerca de 57 mil moradores serão beneficiados.
O Prefeito Arlei ressaltou o investimento que os governos estadual e federal vêm realizando em Teresópolis. “Mais uma vez temos que agradecer ao Estado e também ao Governo Federal por todas as obras que têm sido feitas em nossa cidade, como muros de contenção e pontes, além desse excelente trabalho realizado pelo Inea na Posse, que vai ser beneficiada com mais obras. Será um ganho importante para o bairro e para os moradores”, frisou Arlei.
O encontro reuniu equipe técnica do Inea, representantes da empresa Dimensional, vencedora da licitação para executar a obra, e secretários municipais.
Recuperação dos rios
 Em Teresópolis, o projeto Rios da Serra consiste na recuperação do que foi danificado pela catástrofe natural de 2011, como o redirecionamento dos rios e de suas calhas e construção de barragem para termos controle de cheias. De acordo com o Inea, mais de 1,5 quilômetros de obras já foram executadas no Rio Príncipe, com galerias pré-moldadas nos pontos próximos à estrada.
A iniciativa inclui a desapropriação de casas às margens dos rios Príncipe e Imbuí. Segundo o Inea, 482 famílias já foram cadastradas, sendo que 305 já negociaram qual tipo de indenização escolhem e 154 já foram indenizadas. As famílias cujas casas foram demarcadas podem optar por receber uma indenização do Governo Estadual; se inscrever no programa de Aluguel Social enquanto aguardam a construção do condomínio habitacional pelo poder público; ou se inscrever no programa de compra assistida, no qual recebem o valor correspondente à avaliação feita do seu imóvel e o dinheiro só pode ser aplicado na compra de nova moradia.
Outra iniciativa que vai beneficiar os moradores é a implantação do Parque Fluvial entre a Posse e o Campo Grande. O parque proporciona a preservação ambiental do local, assim como das margens do rio, pois investe no reflorestamento e na recuperação da faixa marginal; facilita o escoamento das águas pluviais; e também contribui para a melhoria da qualidade de vida da população, que terá uma opção de lazer.