sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Ministério Público abre investigação sobre gastos da Mangueira no Carnaval

Os gastos da Mangueira no Carnaval deste ano vão passar pelo pente-fino do Ministério Público (MP) estadual. O órgão vai rastrear onde foi investido cada centavo dos quase R$ 5 milhões recebidos pela agremiação do Ministério da Cultura para a montagem do enredo sobre os 50 anos do bloco Cacique de Ramos.O MP solicitou ao Banco Central a relação das contas bancárias em nome da Verde e Rosa e do presidente Ivo Meirelles. O próximo passo da investigação é pedir a quebra do sigilo bancário à Justiça para saber se houve desvio de verba.As suspeitas de irregularidades envolvendo recursos da Cultura começaram a ser levantadas a partir de gravações telefônicas, autorizadas pela Justiça.Como O DIA publicou nesta quinta-feira com exclusividade, Ivo revelou em diálogo com o deputado estadual Chiquinho da Mangueira, (PMDB) o pagamento de propina a alto funcionário do Ministério da Cultura para, mesmo sem prestação de contas, receber R$ 4.967.869,00.A liberação do dinheiro foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 5 de janeiro.