terça-feira, 4 de setembro de 2012

Teresópolis: Paulinho Carvalho afirma ter sido ameaçado de morte e é chamado de "mentiroso" por major Anderson na Câmara dos Vereadores.

Na sessão da Câmara dos vereadores do dia 4 de setembro, presenciamos mais uma vez cenas patéticas de agressão verbal entre vereadores, envolvendo, como  sempre, o Vereador Paulinho Carvalho, que já pode ser considerado um campeão de querelas na Câmara. 

Desta vez, Paulinho pedindo a palavra, disse ter sido ameaçado de morte por um rapaz de nome Marcos Vinícius, que teria apavorado sua equipe na Rua Álvaro Paná, onde o vereador e 3 membros da sua equipe teriam ido pedir votos (segundo Marcos, ele na verdade foi lá para dizer que foi ele que mandou asfaltar a rua). 

Paulinho também afirmou que Marcos era funcionário cedido a Câmara, o que não foi confirmado posteriormente pelo próprio Marcos, e que este ainda o teria xingado na porta da Câmara e quase o agredido. Acrescentou ainda, que foi a delegacia registrar a queixa e, sem saber porque, o Delegado e o escrivão de plantão se recusaram a registrar o caso como ameaça de morte ou agressão, e sim como injúria. 

Por causa disso, Paulinho disse que pretende processar o delegado e o escrivão.  Infelizmente não gravamos o que esta aqui descrito, mas tivemos tempo de gravar quase toda a fala do vereador major Anderson, que saiu em defesa do acusado Marcos Vinicius, desmentindo Paulinho com outra versão dos fatos. Veja o vídeo.