quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Condenado em 2004, candidato a prefeito de Novo Hamburgo é declarado inelegível pelo TSE, mesmo ganhando mas urnas.

O candidato Tarcísio Zimmermann (PT), mais votado para prefeito de Novo Hamburgo (RS) nas eleições municipais de outubro, foi considerado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com a decisão, obtida por maioria de 4 votos a 3, o município deverá convocar novas eleições, pois Zimmermann havia obtido mais de 50% dos votos válidos.

Em 2004, quando era deputado federal e disputava o cargo de prefeito, Zimmermann cometeu conduta vedada ao participar da inauguração de uma obra em Novo Hamburgo. Como punição, foi declarado inelegível por oito anos pela Justiça Eleitoral.

A discussão no TSE era se a inelegibilidade deveria ser contada a partir da data dos fatos (3 de outubro de 2004) ou durante todo o ano em que a ilegalidade ocorreu. A segunda tese foi a vencedora com a adesão da ministra Nancy Andrighi, que apresentou voto-vista nesta quarta-feira (21).

Caso o colégio eleitoral do município decida convocar o novo pleito em 2013, Zimmermann poderá concorrer novamente porque terá cumprido o prazo de inelegibilidade.


(Agencia Brasil)