quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Suspeitos de agredir um coronel da PM em São Paulo, são transferidos para um presídio.

O único suspeito detido por agredir um coronel da Polícia Militar no protesto da última sexta-feira (25) em São Paulo e mais seis detidos em flagrante por vandalismo na manifestação foram transferidos na manhã desta terça-feira (29) da cadeia onde estavam para um presídio. A informação é da Secretaria da Segurança Pública do estado (SSP).
O comerciário Paulo Henrique Santiago dos Santos, de 22 anos, que aparece de óculos na foto, que estava detido no 2º Distrito Policial, no Bom Retiro, Centro, por tentativa de assassinato do coronel Reynaldo Simões Rossi, foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) 2 do Belém, também na região central.
De acordo com a SSP, além de Paulo dos Santos, que estuda relações internacionais na Faculdade Santa Marcelina, foram transferidos do 2º DP para o CDP Belém: os estudantes Caio Rodrigo de Andrade, de 19, e Ricardo Lima Cintra, 20; o vendedor Carlos Augusto dos Reis Dantas, 18; o conferente Alef Fernando Santos de Oliveira, 19; e o desempregado Guilherme Morette de Souza, 19. Todos esses foram indiciados como suspeitos pelos crime.
Ainda segundo a pasta, o ajudante de cozinha Everton Ramirez, 23, que responde por formação de quadrilha, dano ao patrimônio e arremesso de explosivo, também foi levado do 2º DP para o CDP Belém.
MPL diz que 'não apoia'
O Movimento Passe Livre (MPL), por meio de um comunicado na página do grupo na internet, informou no sábado (26) que não apoia “o que aconteceu com o coronel da PM”.
Cinegrafistas e fotógrafos profissionais, além de amadores, registraram o momento em que o o coronel Reynaldo Rossi, comandante do policiamento da PM no Centro, é atacado por um grupo durante a invasão do terminal. De acordo com a SSP, ele teve a pistola calibre .40 e o radiocomunicador roubados. Levado ao Hospital das Clínicas, foi medicado e liberado. Acabou com a clavícula quebrada, além de escoriações no rosto e na cabeça.
(Com informações do G1)