domingo, 20 de outubro de 2013

Crueldade com animais: Polícia Invade sítio e fecha rinha de galo em Guapimirim. 80 aves foram apreendidas e 50 pessoas foram presas.

Depois de uma denúncia anônima, a polícia achou uma rinha de galo que funcionava num sítio, em Guapimirim, na Baixada Fluminense, neste sábado (19). Cinquenta pessoas foram presas em flagrante e mais de 80 aves foram apreendidas, como mostrou reportagem do RJTV.
A polícia também apreendeu 50 cadeiras. Segundo a investigação, o mobiliário pertence à Prefeitura de Guapimirim. A prefeitura de Guapimirim informou que a responsável pelas cadeiras tinha contrato com a administração anterior, e que atualmente não tem ligação com a atual gestão. A prefeitura disse ainda que vai apurar os fatos para se resguardar juridicamente.
As imagens gravadas pela polícia foram feitas minutos depois da chegada dos agentes. Eles cercaram o sítio, que fica afastado do centro de Guapimirim, na localidade conhecida como Parada Ideal. Quando a polícia chegou, a rinha estava lotada. No quadro, havia anotações das brigas que seriam realizadas. No local também foram achados uma balança e um caderno com informações dos animais e apostadores.
A polícia apreendeu esporas artificiais, bicos de ferro, seringas, remédios e anabolizantes, usados nos galos. Cinquenta pessoas estavam presentes e mais de 80 galos participariam do torneio neste sábado.
Segundo a polícia, as pessoas levadas para a delegacia foram liberadas em seguida.