segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Petrópolis, RJ, será palco para a primeira edição do "Costura Rio". A feira têxtil envolve confecções, máquinas, prestação de serviços e soluções de mercado.

Instituída pelo governo do estado como capital da moda fluminense, Petrópolis,
Região Serrana do Rio, vai sediar a primeira edição do 'Costura Rio', uma feira de negócios voltada ao setor têxtil e de confecção. O evento vai acontecer de 10 a 14 de setembro no Hipershopping ABC e deve reunir cerca de três mil pessoas. Realizado pelo Sindicato das Indústrias de Confecções de Petrópolis (Sindcon) e pela Prefeitura, a expectativa é de que o evento gere um volume de negócios da ordem de R$ 80 milhões no decorrer do ano após a realização da feira.

Entre os expositores estão fornecedores de máquinas e matéria-prima, prestadores de serviço e profissionais da área de tecnologia. Instituições como Sebrae, Firjan e Senai Moda Design estarão presentes orientando os visitantes e apresentando soluções e novidades no que diz respeito à técnicas de vendas, mercado, crédito, entre outros assuntos.

São esperados empresários de confecção, estudantes de moda e futuros empreendedores. “Nossa intenção é de que o evento se torne ‘obrigatório’ a empresários e profissionais do setor. Queremos reunir em um só espaço todo tipo de recursos para confeccionistas, assim como novas tecnologias de produção , maquinários, tecidos e aviamentos recém-lançados”, explica o presidente do Sindicon, Addison Meneses.

Além da feira de negócios, a programação da feira conta com palestras e seminários técnicos durante os cinco dias de evento. O evento pretende impulsionar a economia do município, que tem 14% de seu PIB provenientes dos setor de fábrica e de confecção, que geram mais de 50 mil empregos diretos e indiretos. São 600 empresas com faturamento mensal acima de R$ 30 milhões.