domingo, 23 de junho de 2013

Policial militar adota cadela torturada por traficantes e vira exemplo para moradores

O policial Thiago Loureiro, da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Providência, no centro do Rio de Janeiro, se tornou exemplo para moradores da comunidade ao adotar uma cadela torturada por traficantes da região.  A vira-lata, que recebeu o nome de Upp, foi jogada do alto de um paredão, em uma altura equivalente de um prédio de dois andares. De acordo com informações da polícia, a cadela teria sido agredida por andar com os PMs. 

O policial militar foi chamado para socorrer o animal e se deparou com a cadela toda ensanguentada e com várias fraturas. Ele afirmou ainda que, o animal era chamado de cadela traidora. 
— O que mais me chamou a atenção foi quando ela olhou para mim e abanou o rabinho. 
O PM conta que gastou cerca de R$ 3000 com gastos com veterinário e dentista. 


(R7)