sexta-feira, 28 de junho de 2013

Objetivando o aperfeiçoamento contínuo, Programa Mais Educação realiza nova Parada Pedagógica

Professora Márcia Maria Tavares de Souza, coordenadora do Programa
Mais Educação, passa os informe administrativos para os monitores
Aconteceu nesta quinta-feira, 27, na Escola Municipal Manoel da Silveira Medeiros Sobrinho, no Vale do Paraíso, mais uma Parada Pedagógica do Programa Mais Educação, da rede municipal de ensino. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, todos os meses são realizados esses encontros onde são passadas novas informações a respeito do programa federal no município e ofertadas oficinas de formação continuada para os monitores que participam do Mais Educação.
De acordo com o Secretário de Educação, professor Leonardo Vasconcellos, o Programa Mais Educação tem tido bastante êxito em Teresópolis. “Já temos dados estatísticos, realizados em cima das atas do ano passado, que mostram que o Mais Educação teve impacto positivo nos resultados dos alunos que frequentaram essas oficinas. Entre os estudantes que tiveram uma presença superior a 75%, cerca de 87% obtiveram um bom desempenho escolar”, informa o Secretário.
O Programa Mais Educação, é um programa federal que aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica.
Para o desenvolvimento de cada atividade, o governo federal repassa recursos para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades. O programa visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), utilizando os resultados da Prova Brasil.
Nesta reunião, a professora Adalgisa de Carvalho apresentou propostas pedagógicas para serem discutidas entre os monitores. O objetivo é ofertar opções pedagógicas que possam ser utilizadas durante as oficinas. “Nossa proposta não é engessar o trabalho dos monitores, mas possibilitar novos planejamentos através de uma base comum, no caso um livro sugerido por nós que pode ser trabalhado em vários campos do conhecimento, de acordo com as recentes indicações do MEC para o programa”, sintetiza Adalgisa. 
A professora Márcia Maria Tavares de Souza, coordenadora do Programa Mais Educação em Teresópolis, enfatiza que a constância dessas reuniões é importantes para haver uma diretriz pedagógica entre os monitores.  “Além dos informes administrativos, hoje estão sendo discutidas propostas pedagógicas para as oficinas de campos de conhecimento e letramento para o 3º bimestre, e em agosto realizaremos outro encontro para dar segmento às nossas propostas”, explica a Coordenadora.