segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Teresópolis: Câmara Municipal tem encontro pioneiro com representantes da Avit


A Câmara Municipal de Teresópolis recebeu na manhã desta sexta-feira, 11, membros da Associação das Vítimas das Chuvas (Avit). Os vereadores convocaram a Avit para iniciar um diálogo importante com a associação. No encontro pioneiro, o presidente da Câmara, Maurício Lopes, destacou a importância de colocar a Casa à disposição da sociedade. “Há dois anos houve a maior tragédia natural do país e hoje estamos aqui para ouvir, auxiliar e intermediar para que as medidas necessárias sejam tomadas. È possível manter um bom diálogo e as portas estão sempre abertas para a Avit”, garantiu.
O advogado Marco Aurélio Benedito, membro da diretoria colegiada da Avit, entregou um documento com as principais reivindicações da Associação. Na relação constam a falta de organização nas vistorias e negociações, construção de moradias, cadastro dos vitimados, aluguel social e moradia, a questão dos desaparecidos, ação conjunta entre o Estado e o Município e atuação da Câmara. “Nunca houve esse diálogo sadio”, comemorou Benedito. Participaram, também, os vereadores Antônio Francisco, Da Ponte, Dedê, José Carlos (da Estufa) e Fabinho Filé. Os vereadores Luciano Ferreira e Cláudio Mello estavam representados por assessores e os demais justificaram compromissos agendados. “Nós, como vereadores, somos o agente público mais próximo do cidadão”, ressaltou o vereador Antônio Francisco. O vereador Da Ponte mostrou a vontade de agir. “Apesar de estarmos em recesso, o momento é de trabalho.” O vereador José Carlos (da Estufa) disse que a comissão de obras e serviços públicos vai colocar em pauta as questões apresentadas.
Os membros da Avit também destacaram a importância da reunião. Para Luiz Cláudio Ribeiro, a Avit não pode ser vista como adversária. Dulcinéia da Silva, que mora no Caleme, se animou com a ajuda da Câmara: “Quanto mais ajuda, melhor, e nós vamos contar e cobrar da Câmara.” Norma Valente, do Núcleo de Estudos e Pesquisas Sociais em desastres da Universidade Federal de São Carlos (UFSC) também acompanhou a reunião. “Esse encontro mostra que, como processo sócio político, já há mudança e desejo sucesso nesse estreitamento com a comunidade.” A Avit foi representada, também, por Geraldo Socorro dos Santos, Cláudio Carneiro, frei Marcelo Toyansk, Adalberto Ferreira Serafim.