segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Acidente na Rio-Teresópolis causa morte de 11 pessoas


Agencia Brasil - A Viação 1001, proprietária do ônibus que se acidentou no quilômetro 102 da Rodovia Rio-Teresópolis, informou há pouco, por meio de sua assessoria de imprensa, que o veículos, quando saiu de Itaperuna, transportava 29 pessoas e tinha a previsão de chegada na Rodoviária Novo Rio, na capital fluminense, marcada para as 16 horas. O acidente resultou em 11 mortes e 17 feridos.
Segundo a empresa, o veículo fez três paradas no trajeto, para descida e subida de passageiros, nas cidades de Miracema, Santo Antônio de Pádua e Pirapetinga. E que, em função disso, não tem até o momento como precisar o número de pessoas que estava no veículo na hora do acidente.
O ônibus era dirigido por Eduardo Fenanti, que morreu no acidente, trabalhava há quatro anos na companhia, sempre fazendo o mesmo percurso. Os feridos foram atendidos em quatro hospitais da região. Os dois mais graves foram conduzidos, de helicóptero, para os hospitais Souza Aguiar, no centro do Rio, e Miguel Couto, na zona sul.
Por causa do local de difícil acesso, os bombeiros só conseguiram resgatar os corpos no começo da noite. Dois guindastes emprestados por empresas particulares estão auxiliando no içamento do ônibus. Os mortos estão sendo levados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Itaboraí, na região metropolitana, onde será feita a necrópsia. A perícia já está local para investigar as causas do acidente.
O tráfego na Rio-Teresópolis continua sendo feito por apenas uma pista, com passagem para um veículo de cada vez. A Polícia Rodoviária Federal informou que não há mais congestionamento na rodovia, mas pede atenção dos motoristas que passam pelo local.

OBS: O Número de mortos subiu para 14 depois que essa notícia foi publicada.