sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Educação: Seminário forma multiplicadores para disseminar a cultura da paz.


 Pluralismo e diversidade cultural foi o tema dessa palestra
Com carga horária de 16 horas, teve início nesta quinta, 20, e prossegue na sexta-feira, 21, o seminário do projeto Viva Paz, iniciativa do núcleo da organização não governamental Casa da Criança e do Adolescente, de Nova Friburgo, e realizado em Teresópolis com o apoio da Divisão de Programas e da Coordenação de Saúde do Adolescente, da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo é romper com a atual cultura de violência existente na sociedade e propagar a proposta de uma nova cultura de paz, baseada na tolerância, no respeito mútuo, no amor ao próximo e na garantia dos direitos fundamentais.
Profissionais de saúde e de educação participam do seminário para
disseminar a cultura da paz
 
Contando com 56 profissionais inscritos, das áreas de saúde e de educação, a capacitação é realizada na Associação Médica de Teresópolis, na Ermitage, e visa a contribuir para o fortalecimento da rede de proteção e promoção da Cultura da Paz, tema do seminário, e ao desenvolvimento de ações de prevenção da violência doméstica contra crianças e adolescentes.
“Esse é um projeto de prevenção, com o patrocínio da Petrobras, através do Programa Desenvolvimento e Cidadania. O objetivo é formar multiplicadores da cultura de paz e da prevenção da violência contra crianças e adolescentes”, explicou a psicóloga Karla Pontes, capacitadora da Casa da Criança e do Adolescente. A ONG realiza esse trabalho em 12 municípios da Região Serrana.
Capacitadora Karla Pontes, da Casa da Criança e do Adolescente, Maria da Conceição Salomão e Sandra Erli de Azevedo, da Secretaria de Saúde de Teresópolis 
A atividade marca o Dia Nacional da Juventude, comemorado neste sábado, 22 de setembro. “A Divisão de Programas e a Coordenação de Saúde do Adolescente se preocupam com a questão da violência de forma geral. Como houve essa oportunidade, resolvemos fazer o seminário dentro da semana da juventude, para trabalhar a cultura da não violência com os profissionais que trabalham diretamente com crianças e adolescentes”, destacou Maria da Conceição Salomão, chefe da Divisão de Programas e vice-presidente da Associação Médica de Teresópolis.
Atualmente, as secretarias de Saúde e de Educação de Teresópolis estão implantando a caderneta de saúde do adolescente nas escolas municipais. “A caderneta traz vários eixos temáticos de interesse desse público, entre eles, a questão da violência, e serve tanto para prestar informações quanto para acompanhamento de saúde”, informou Sandra Erli de Azevedo, daCoordenação de Saúde do Adolescente.

Programação

Quinta, 20/09
Apresentação do Projeto e do grupo
Palestra: Cultura de Paz – A importância da compreensão do que é cultura para uma verdadeira promoção da Paz (Pluralismo e Diversidade Cultural)
Palestra: Comunicação não violenta – A necessidade de maior atenção ao processo de comunicação
Palestra: Mediação de Conflitos – Princípios para uma mediação de conflitos
Dinâmicas de grupo

Sexta, 21/09
Manhã
Palestra: Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes - Conceitos, percepções e a função dos Direitos Humanos em nosso cotidiano
Palestra: Habilidades Sociais – Diferentes classes de comportamentos do repertório de um indivíduo que contribuem para sua competência social

Tarde
Palestra: Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes - Os principais tipos de violência que sofrem crianças e adolescentes no Brasil e quais as medidas de prevenção, atendimento e acompanhamento
Dinâmica de avaliação.