quinta-feira, 25 de julho de 2013

Serviço de Abordagem do CREAS esta realizando o recolhimento amigável dos moradores de rua em Teresópolis. As abordagens são diárias.

Devido ao frio dos últimos dias, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social vem intensificando as abordagens sociais junto a moradores de rua. Na noite desta quarta-feira, 24, equipe técnica do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), com apoio da Guarda Municipal, esteve nos bairros do Alto, Várzea e Vale do Paraíso. Sete pessoas foram abordadas, das quais cinco aceitaram ser encaminhadas ao Abrigo Municipal Dr. Sérgio Fernandes, mantido pela Associação Beneficente Sopão e que fica localizado no Bom Retiro.

“Essa ação é feita regularmente três vezes por semana, mas atendendo uma solicitação do prefeito Arlei e da primeira-dama, Alessandra Rosa, preocupados com a situação dessas pessoas por conta do frio, vem sendo realizada toda noite. As pessoas não são obrigadas a nos acompanhar. Nós fazemos um convite oferecendo local adequado onde podem se alimentar, tomar banho e dormir”, explicou a secretária de Desenvolvimento Social, Graça Granito.

De acordo com Marcos Paulo da Silva Borges, coordenador do serviço de abordagem social, a ação acontece sempre a partir das 22h. “A maioria das pessoas abordadas aceita o acolhimento sem problemas. Às vezes nos deparamos com andarilhos de fora da cidade que oferecem alguma resistência, mas por não conhecer o trabalho social da equipe”, relatou.

O serviço de abordagem social realiza atendimentos sociais aos moradores de rua de forma periódica e programada, não se tratando de ação de recolhimento e sim de reinserção sociofamiliar. O serviço é realizado com ou sem denúncias, seguindo diretrizes da legislação vigente. Após atendimentos sociais em quantidades necessárias, e aceitando a abordagem, os indivíduos são acolhidos no abrigo ou levados para as suas residências; e se não forem de Teresópolis, são encaminhados para o município de origem.