quarta-feira, 20 de março de 2013

Câmara Municipal 19/03: Grupo de estudantes e profissionais pede audiência pública sobre transporte em Teresópolis



Os vereadores de Teresópolis receberam na noite de ontem, 19.03, um grupo formado por moradores da cidade que reivindica melhorias no transporte público. No encontro, a professora Rosângela Castro, acompanhada principalmente por estudantes, mostrou aos vereadores uma lista organizada com as principais questões para dar início a um trabalho sério e eficiente sobre o tema.
            Rosângela Castro destacou que, em época de eventos esportivos mundiais, Teresópolis não pode ficar de fora dos programas de Governo que vão auxiliar as cidades, principalmente ao que se refere à Política Nacional de Mobilidade Urbana, cuja lei dá prioridade aos meios de transporte não motorizados e ao serviço público coletivo, além da integração entre os modos e serviços de transporte urbano. “O principal chamariz é a natureza e não há regras de acessibilidade, como ciclovias”, lamentou a professora.
            A urgência de uma audiência pública foi sugerida para resolver os problemas que envolvem o transporte coletivo na cidade. “Acho que é urgente que aconteça uma audiência pública”, destacou a professora. “A partir da audiência pública, aonde a gente pode desnudar como é o quadro hoje, a gente pode debater”, disse o vereador Cláudio Mello.
            Na lista consta também a utilização e implementação do estudo de diagnóstico e apresentação de alternativas para o setor de transporte público em Teresópolis, realizado pela Fundação Coppetec (Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos).
            Outro item pedido foi a criação de uma autarquia que possa gerir o transporte na cidade. O vereador Cláudio Mello explicou que é competência exclusiva do Executivo este tipo de ação.
            A mobilização começou com o aumento da passagem de ônibus na cidade no início do ano. Os vereadores Dede e Da Ponte lembraram que em fevereiro, durante o recesso parlamentar, eles receberam integrantes do grupo para oferecer apoio da Casa nas reivindicações contra o aumento da passagem.
            “Parabenizo vocês pela iniciativa. Estamos à disposição para dialogar e vamos buscar formas de trazer, por um caminho legal, a responsabilidade para a Câmara. A intenção é criar a comissão de transportes, pois vai poder convocar a audiência pública e trazer o debate para a sociedade com as associações de moradores, Ministério Público, Executivo e as empresas. Vamos acelerar esse processo para dar uma resposta rápida à população”, garantiu o presidente da Câmara, Maurício Lopes.
            O grupo vai marcar um encontro com o prefeito e enviar um relatório para a Câmara com o resultado. A Câmara Municipal deverá convoca-los novamente em até 30 dias. Participaram da reunião, também, os vereadores Dr. Carlão, Luciano Ferreira e Serginho Pimentel.