segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Teresópolis: Ex-prefeito Mario Tricano vai a Rádio e declara apoio a Arlei

Foto: Guia Terê
Como já tínhamos anunciado desde o julgamento do candidato Mario Tricano no TSE, em que sua impugnação foi mantida por 5 votos a 1, a tendência depois do resultado seria de que Tricano demonstrasse bom senso oferecendo seu apoio à Arlei, o que na prática significaria colocar a cidade acima das disputas políticas como estamos vendo acontecer. Chegamos a publicar na rede social uma enquete com várias opções, tendo a maioria da pessoas votado pela negativa, ou seja, que Mario Tricano, por ser "orgulhoso", jamais se uniria a Arlei. A opção "vai prevalecer o bom senso e Tricano vai se aproximar de Arlei" só recebeu 6 votos. 

Essa atitude é surpreendente para muitos e até incômoda para os eleitores mais ferrenhos, que assistem agora ao desmoronar de um castelo de radicalismo que eles acreditavam ser inexpugnável.

Com essa decisão de ir a Rádio Geração 2000 anunciar publicamente seu apoio ao prefeito Arlei Rosa, Tricano, antes de tudo, desmente a imagem negativa que lhe vinha sendo atribuída de ser irredutível, demonstrando que o tempo e a experiência lhe trouxeram o amadurecimento necessário para se adaptar as novas situações de forma menos impulsiva e mais pensada. Afinal, o insucesso também é parte do jogo.  

Nesse caso específico, somar ao invés de conflitar, afasta da governabilidade o fantasma dos ataques contínuos que, segundo alguns  analistas mais pessimistas, seria a tônica do tricanismo após a derrota nos tribunais. Aqueles que achavam que Arlei não teria um minuto de paz com os tricanistas, estavam enganados.

De qualquer forma, a intenção de cooperar por parte do candidato impugnado, amplia os horizontes de possíveis sucessos da atual gestão e, de certa forma, contribui para unir grande parte da população em torno de um ideal maior que é a sonhada reconstrução de Teresópolis. Se a experiência do ex-prefeito vem nessa direção, e esta sendo oferecida como uma fonte na qual poderão ser colhidos elementos de cooperação, melhor para todos nós.

Nesse momento, não poderíamos deixar de parabenizar o sr. Mario Tricano pelo posicionamento sensato.