quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Escolas públicas de Teresópolis ganham destaque nacional. Alunos garantem medalhas em olimpíadas de matemática e astronomia. Onze estudantes ficaram entre os primeiros das competições nacionais.

Estudantes da rede municipal de ensino de Teresópolis, Região Serrana do Rio, conquistaram medalhas de ouro e bronze na edição de 2013 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Quatro alunos de diferentes instituições se destacaram na OBMEP, realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Já na OBA, realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira e a Agência Espacial Brasil, sete estudantes ficaram entre os primeiros colocados. O objetivo das competições nacionais é estimular e desenvolver talentos.
O aluno Gabriel Macedo Luna, do Centro Educacional Roger Malhardes (CEROM) conquistou a medalha de ouro na OBMEP. “É motivo de orgulho receber uma notícia como essa, que não é apenas desses alunos e de suas famílias, mas de toda a cidade”, parabenizou o secretário municipal de Educação, professor Leonardo Vasconcellos. No nível 1, que abrange o 5° e 6° anos, Gabriel obteve o 21° lugar no ranking nacional, 9° lugar no ranking estadual e, dentre as cidades do interior, foi o melhor colocado.
Stallone Oliveira de Murta, da Escola Municipal Alcino Francisco da Silva; Gustavo Ponte Barbosa, da Escola Municipal Professora Neidy Angélica de Souza Coutinho; e Izabelle Silva da Cruz Amorim, da Escola Municipal Ginda Bloch, conquistaram a medalha de bronze. “Parabenizo os alunos, professores e gestores escolares”, disse Marcelo da Silva Correa, coordenador do curso de licenciatura em matemática da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador da OBMEP no Estado do Rio de Janeiro.
A OBA é organizada anualmente e na edição de 2013, participaram 775.023 alunos. A estudante Thalía da Costa Hiath conquistou a medalha de ouro no nível 1. Além dela, outros alunos da Escola Municipal Fazenda Alpina, com a professora representante Raquel Lobo de Brum Lopes, foram destaque. São eles Erik de Malo Ferreira, medalha de prata no nível 1 e Thainá Anízio da Silva Correa e Matheus Hiath Caldas, medalhas de prata no nível 1. Roberto dos Santos Barbosa, Danilo Pinheiro de Rezende e Marcos Rodrigues da Mota receberam a medalha de bronze no nível 2.
Da Escola Municipal Escola Dorvalino de Oliveira, com a professora representante Clailda da Silva Souza, a aluna Carolina Sampaio de Oliveira Pacheco foi medalha de bronze nível 2. “O resultado é consequência do avanço conquistado pela educação municipal. Trata-se de um esforço conjunto de toda a comunidade escolar, mas, acima de tudo, é uma conquista para a nossa cidade”, salientou a professora Carla Rabello, diretora de Educação da Secretaria Municipal de Educação.
(G1)