sexta-feira, 24 de abril de 2015

Academia Teresopolitana de Letras completa 54 anos com festa e homenagens



Foi realizada na noite da última terça-feira, 21 de abril, no teatro da Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, a cerimônia de comemoração dos 54 anos de fundação da Academia Teresopolitana de Letras (ATL). Dezenas de convidados prestigiaram o evento, que contou com homenagens, poesia, lançamento de livros, exposição e sarau.
Comandada pelo presidente da Academia, Delmo Ferreira, e tendo como mestre de cerimônias o artista plástico Israel Sartini, a noite foi recheada de momentos especiais, com a entrega de títulos, comendas e o Troféu Tiradentes. Anunciado pelo próprio presidente Delmo, foi agraciado com o título de Acadêmico Honorário o artista plástico Ronaldo Pereira Rego, que agradeceu a homenagem e discorreu sobre Coelho Neto, patrono da cadeira dada a ele.
Logo em seguida, foi a vez de três homenagens especiais, realizadas através da outorga da Comenda Presidente Arthur Dalmasso, criada em 2014 pela ATL. No segundo ano da premiação, foram agraciados a juíza Inês Joaquina Coutinho, a professora Marly Draeger e o artista plástico Ricardo Guarilha, coordenador de exposições e designer gráfico da Secretaria de Cultura de Teresópolis.

A juíza Inês Joaquina foi representada pela filha, Cassilda, que agradeceu a todos. Apresentada pela consagrada Neli Pampillon, a segunda homenageada, professora Marly Draeger, se emocionou ao relembrar sua carreira e agradeceu a honraria. Apresentado de forma inusitada pela acadêmica Sandra Pimentel, o artista plástico Ricardo Guarilha também se emocionou. “Só tenho a agradecer a todos aqui presentes, pessoas que me abriram portas e acreditaram no meu trabalho ao longo de todo este tempo. Sinto-me honrado com esta homenagem e emocionado por este grande reconhecimento ao meu trabalho”, comentou o designer Ricardo Guarilha.

Outro momento de destaque foi a entrega do Troféu Tiradentes 2015, anunciado pelo vice-presidente da ATL, Jorge Bragança, e entregue este ano ao renomado artista plástico Alexander Robin, de 96 anos.
A festa teve ainda o depoimento de Rosilene Furtado a respeito de Tiradentes, patrono da ATL. A acadêmica contou a história do inconfidente e apresentou dois de seus descendentes teresopolitanos, Maria Claudia e Marcio Vaz de Oliveira.
Presente ao evento, o secretário de Cultura, Ronaldo Fialho, parabenizou acadêmicos e homenageados pela festa.  “Parabenizo a ATL por seus 54 anos e tenho muito orgulho em estar aqui participando desta festa. Como secretário de Cultura, temos orgulho em abrigar a entidade e sediar em nossa unidade sua festa de comemoração, recebendo aqui tantos artistas e tantos talentos. É grande a importância da Academia na fundação de nossa história e todos aqui merecem os parabéns por seus esforços, que deixarão um enorme legado para nossas gerações futuras”, comentou, lembrando ainda o projeto Teresópolis Circuito de Imagens, que acaba de ser lançado pela Secretaria de Cultura e aborda, em sua primeira edição, justamente o inconfidente mineiro.
Presidente da ATL, Delmo Ferreira comemorou. “A Casa de Cultura é a casa da Academia. Não poderíamos estar em lugar melhor para comemorar o 54º aniversário da ATL e tivemos muito orgulho em realizar esta festa com homenagens significativas, em uma noite alegre, emocionante e feliz. Só temos a comemorar”, destacou.
A noite de comemoração pelos 54 anos da ATL contou ainda com a poesia de Vidocq Casas; o lançamento do livro ‘O Olho de Horus’, da escritora e acadêmica Renata Mello; o relançamento de livros de diversos acadêmicos; além de visita à exposição ‘50 anos de Desenvolvimento Nacional’, montada pelo Arquivo Nacional e a Secretaria de Cultura; e finalmente sarau poético e musical, com a participação de acadêmicos e convidados.